quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Não abro mão do amor....

Sou mulher de um amor... de uma paixão... de um único homem...
Não sei beijar por beijar...
Não nego, sou totalmente dependente do amor... como um viciado em drogas...
Preciso dele para as viagens... ser feliz... só assim o mundo tem cor...
Mas, meu vício não me faz mal...
Sei amar... acima de tudo preservo a liberdade... até onde não me machuca...
Pois mesmo dependente, sei entrar na minha abstinência, sei me afastar e dar um tempo para as minhas drogas... até encontrar uma outra mais forte... que tenha uma maior duração...
Não abro mão do meu vício...
Não abro mão do amor....

Rosa Soares