quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Fugi

Voei sem destino nas asas do querer, 
Voei sem medos por paixões desmedidas, 
Entreguei-me sem pudores por um nada, 
Pela ilusão construída de teu perfeito ser, 
Por todas as amáveis e ilusórias palavras, 
Voei não para fugir de ti, mas me encontrar, 
Desprovida de tudo o que a ti me prendia, 
Sou, existo por mim, como anjo alado, 
Perdes tu, por não me teres a teu lado, 
Mulher, anjo, madura, demônio, amada, 
Tudo tiveste de mim, apenas na ilusão, 
De ser tua, pois tu nunca foste apenas meu!.. 

Sírio de Andrade

Postado por: Claudiceia Leonel Leonel

Por favor... assinem!

A Arábia Saudita está prestes a decapitar um rapaz de 21 anos de idade e crucificá-lo em praça pública. Este mesmo país acaba de ser escolhido para chefiar um painel do Conselho de Direitos Humanos da ONU. Seria cômico se não fosse trágico! 

Preso aos 17 anos, Ali Mohammed al-Nimr foi torturado e condenado à prisão por participar de manifestações contra o governo. O caso do jovem, porém, não é uma exceção no país: apenas neste ano, a Arábia Saudita já condenou à morte mais de cem pessoas, o que significa uma execução a cada dois dias. 

A França exige que o país suspenda a execução de Ali, e os Estados Unidos, a Alemanha e o Reino Unido também mantêm relações muito próximas com o regime. Portanto, a melhor maneira de fazer alguma coisa pelo jovem é canalizar nossa indignação para os líderes destes países, e fazê-los pressionar os aliados sauditas. Basta assinar agora para ajudar a salvar Ali, que pode ser decapitado a qualquer momento.

Por favor assinem:

Arábia Saudita: parem de decapitar e crucificar pessoas!

Por que é tão difícil?

Eu finjo esquecer
Luto como uma louca contra as lembranças
Mas no final quem ganha é você

Meu coração acelera
Me falta o ar
Brigo comigo mesma
Mas sou obrigada a calar

A voz que vem de dentro
Me domina, me enlouquece
Como pode existir um amor assim?
Será que essa agonia não terá fim...

Eu preciso de você
Meu corpo grita,
Como posso dominar este sentimento
Influenciando a minha alma... ela se agita!

Preciso de paz
E por ela vou lutar
Por que é tão difícil?
Se for preciso... paro de sonhar

Hoje eu assumo 
Eu te amo, 
Mesmo contra a minha vontade
Eu não posso negar essa verdade...

Rosa Soares

Cada um de nós recebeu um dom especial...

A Igreja é o corpo de Cristo
1 Por isso eu, que estou preso porque sirvo o Senhor Jesus Cristo, peço a vocês que vivam de uma maneira que esteja de acordo com o que Deus quis quando chamou vocês. 2 Sejam sempre humildes, bem educados e pacientes, suportando uns aos outros com amor. 3 Façam tudo para conservar, por meio da paz que une vocês, a união que o Espírito dá. 4 Há um só corpo, e um só Espírito, e uma só esperança, para a qual Deus chamou vocês. 5 Há um só Senhor, uma só fé e um só batismo. 6 E há somente um Deus e Pai de todos, que é o Senhor de todos, que age por meio de todos e está em todos.
7 Porém cada um de nós recebeu um dom especial, de acordo com o que Cristo deu. 8 Como dizem as Escrituras Sagradas:
“Quando ele subiu aos lugares mais altos, levou consigo muitos prisioneiros e deu dons às pessoas.”
9 O que quer dizer “ele subiu”? Quer dizer que ele também desceu até os lugares mais baixos da terra, isto é, até o mundo dos mortos. 10 Assim, quem desceu é o mesmo que subiu, acima e além dos céus, para encher todo o Universo com a sua presença. 11 Foi ele quem “deu dons às pessoas”. Ele escolheu alguns para serem apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e ainda outros para pastores e mestres da Igreja. 12 Ele fez isso para preparar o povo de Deus para o serviço cristão, a fim de construir o corpo de Cristo. 13 Desse modo todos nós chegaremos a ser um na nossa fé e no nosso conhecimento do Filho de Deus. E assim seremos pessoas maduras e alcançaremos a altura espiritual de Cristo. 14 Então não seremos mais como crianças, arrastados pelas ondas e empurrados por qualquer vento de ensinamentos de pessoas falsas. Essas pessoas inventam mentiras e, por meio delas, levam outros para caminhos errados. 15 Pelo contrário, falando a verdade com espírito de amor, cresçamos em tudo até alcançarmos a altura espiritual de Cristo, que é a cabeça. 16 É ele quem faz com que o corpo todo fique bem ajustado e todas as partes fiquem ligadas entre si por meio da união de todas elas. E, assim, cada parte funciona bem, e o corpo todo cresce e se desenvolve por meio do amor.
A antiga vida e a nova vida
17 Portanto, em nome do Senhor eu digo e insisto no seguinte: não vivam mais como os pagãos, pois os pensamentos deles não têm valor, 18 e a mente deles está na escuridão. Eles não têm parte na vida que Deus dá porque são completamente ignorantes e teimosos. 19 Eles perderam toda a vergonha e se entregaram totalmente aos vícios; eles não têm nenhum controle e fazem todo tipo de coisas indecentes.
20 Mas não foi essa a maneira de viver que vocês aprenderam como seguidores de Cristo. 21 Com certeza vocês ouviram falar dele e, como seus seguidores, aprenderam a verdade que está em Jesus. 22 Portanto, abandonem a velha natureza de vocês, que fazia com que vocês vivessem uma vida de pecados e que estava sendo destruída pelos seus desejos enganosos. 23 É preciso que o coração e a mente de vocês sejam completamente renovados. 24 Vistam-se com a nova natureza, criada por Deus, que é parecida com a sua própria natureza e que se mostra na vida verdadeira, a qual é correta e dedicada a ele.
Como viver a nova vida
25 Por isso não mintam mais. Que cada um diga a verdade para o seu irmão na fé, pois todos nós somos membros do corpo de Cristo! 26 Se vocês ficarem com raiva, não deixem que isso faça com que pequem e não fiquem o dia inteiro com raiva. 27 Não deem ao Diabo oportunidade para tentar vocês.
28 Quem roubava que não roube mais, porém comece a trabalhar a fim de viver honestamente e poder ajudar os pobres.
29 Não digam palavras que fazem mal aos outros, mas usem apenas palavras boas, que ajudam os outros a crescer na fé e a conseguir o que necessitam, para que as coisas que vocês dizem façam bem aos que ouvem. 30 E não façam com que o Espírito Santo de Deus fique triste. Pois o Espírito é a marca de propriedade de Deus colocada em vocês, a qual é a garantia de que chegará o dia em que Deus os libertará. 31 Abandonem toda amargura, todo ódio e toda raiva. Nada de gritarias, insultos e maldades! 32 Pelo contrário, sejam bons e atenciosos uns para com os outros. E perdoem uns aos outros, assim como Deus, por meio de Cristo, perdoou vocês.

terça-feira, 29 de setembro de 2015

A mesma mão que castigou o orgulho e presunção de Uzá, recompensou a ousadia humilde de Obede-Edom.

A arca da aliança é levada para Jerusalém
1 Mais uma vez Davi reuniu os melhores soldados de Israel, num total de trinta mil homens. 2 Levou-os à cidade de Baalá, em Judá, para pegarem a arca da aliança, que tem o nome do Senhor Todo-Poderoso, que se assenta no seu trono, entre os querubins. 3 Colocaram a arca num carro de bois, novo, e a tiraram da casa de Abinadabe, que ficava num monte. Uzá e Aiô, filhos de Abinadabe, guiavam o carro 4 que carregava a arca. Aiô caminhava na frente. 5 Davi e todos os israelitas dançavam e cantavam com todas as suas forças em louvor a Deus, o Senhor. Eles tocavam harpas, liras, tambores, castanholas e pratos.
6 Quando chegaram ao campo de descascar cereais que pertencia a Nacom, os bois tropeçaram. Então Uzá estendeu a mão e segurou a arca da aliança. 7 O Senhor Deus ficou irado com Uzá, por sua falta de respeito, e o matou. E Uzá morreu ali, ao lado da arca. 8 Davi ficou furioso porque o Senhor, na sua ira, havia castigado Uzá; assim até hoje aquele lugar é chamado de Peres-Uzá.
9 Então Davi ficou com medo de Deus, o Senhor, e disse:
— E agora como é que poderei levar comigo a arca da aliança?
10 Assim Davi resolveu não levar a arca para a sua cidade de Jerusalém; em vez disso, ele mudou de direção e a levou para a casa de Obede-Edom, que era da cidade de Gate. 11 A arca da aliança ficou ali três meses, e o Senhor abençoou Obede-Edom e a sua família.
12 O rei Davi soube que, por causa da arca, o Senhor havia abençoado a família de Obede-Edom e tudo o que ele tinha. Então tirou a arca da casa de Obede-Edom e, com uma grande festa, a levou para a Cidade de Davi. 13 Depois que os homens que carregavam a arca deram seis passos, Davi ofereceu a Deus em sacrifício um touro e um bezerro gordo. 14 Davi, vestindo um manto sacerdotal de linho, dançou com todo o entusiasmo em louvor a Deus, o Senhor. 15 E assim ele e todos os israelitas levaram a arca da aliança para Jerusalém, com gritos de alegria e sons de trombetas.
16 Quando a arca estava entrando na cidade, Mical, filha de Saul, olhou pela janela, viu o rei Davi pulando e dançando em louvor ao Senhor. Então sentiu por ele um profundo desprezo.
17 Levaram a arca e a colocaram no seu lugar, na barraca que Davi tinha preparado para ela. Então ele ofereceu a Deus, o Senhor, sacrifícios que foram completamente queimados e ofertas de paz. 18 Quando acabou de oferecer os sacrifícios e as ofertas, Davi abençoou o povo em nome do Senhor Todo-Poderoso. 19 Depois deu a cada homem e a cada mulher de Israel um pão, um pedaço de carne assada e passas. Em seguida todos foram para casa.
20 Davi voltou para casa a fim de estar com a sua família, e Mical, filha de Saul, saiu para encontrá-lo. Ela disse:
Que bela figura fez hoje o rei de Israel! Parecia um sem-vergonha, mostrando o corpo para as empregadas dos seus funcionários!
21 Davi respondeu:
Eu estava dançando em louvor ao Senhor, que preferiu me escolher em vez de escolher o seu pai e os descendentes dele e me fez o líder de Israel, o seu povo. Pois eu continuarei a dançar em louvor ao Senhor 22 e me humilharei ainda mais diante dele. Você pode pensar que eu não sou nada, mas aquelas moças de quem você falou vão me dar muito valor!
23 E Mical, filha de Saul, nunca teve filhos.

Comentário:

Deus está presente na alma de seu povo, quando querem os sinais externos de sua presença, mas agora que Davi está instalado no trono, começa a reviver a honra da arca. Aprendamos disto a pensar e falar de Deus com altura; e a pensar e falar com honra das sagradas ordenanças, que são para nós o que a arca era para Israel, o sinal da presença de Deus (Mt 28.20). Cristo é nossa Arca; em e por Ele manifesta Deus sua mediação, na que se mostra o nome de Jeová e todas Suas glórias. Os sacerdotes deviam levar a arca sobre seus ombros. Os filisteus podem levar a arca num carro sem sofrer por isso, todavia os israelitas não podem, pois isto não era o disposto por Deus.

Uzá foi morto de um só golpe por tocar a arca. Deus viu presunção e irreverência no coração de Uzá. A familiaridade com o mais digno de reverência, serve muito bem para despertar o desprezo.. se for um crime tão grande que alguém tocasse a arca da aliança, sem ter direito de fazê-lo, o que será dos que pretendem ter os privilégios da aliança sem viver à altura desta?

Obede-Edom abriu suas portas sem medo, sabendo que a arca era sabor de morte para morte somente para os que a tratavam de forma incorreta. A mesma mão que castigou o orgulho e presunção de Uzá, recompensou a ousadia  humilde de Obede-Edom. Que ninguém pense o pior do evangelho pelos juízos dos que o rejeitam, antes considere as bênçãos que traz para todos os que o recebem. Os chefes de família sejam estimulados a preservar a religião em sua família. É bom viver numa família que recebe a arca, porque todo o que a rodear andará melhor.

Ficou evidente que era bem-aventurado o homem que tinha a arca perto dele. Cristo é sem dúvida pedra de tropeço, e Rocha de escândalo para os desobedientes, porém para os que crêem, Ele é a Pedra do ângulo, eleita, preciosa (1 Pe 2.6-8). Sejamos religiosos. É a arca uma bênção para as casas dos outros? nós podemos tê-la, com sua bênção, sem roubá-la de nossos vizinhos.

Davi ofereceu sacrifícios a Deus ao partir. Provavelmente nos vã bem em nossos esforços quando comecemos com Deus e diligentemente busquemos estar em paz com Ele. Somos tão indignos e nosso serviço tão contaminado, que todo nosso gozo em Deus deve relacionar-se com o arrependimento e a fé no sangue expiatório do Redentor. Davi estava presente com grandes expressões de gozo. devemos servir a Deus com todo nosso corpo e alma, e com todo dom e poder que possuamos. Nesta ocasião, Davi deixou de lado suas roupas reais e se pôs uma simples túnica de linho. Davi orou com o povo e por eles, e como profeta os abençoou solenemente em nome do Senhor.

Davi regressou para abençoar sua casa, para orar por eles e com eles, e para oferecer sua ação de graças familiar por esta misericórdia nacional. Trabalho de anjos é adorar a Deus e, certamente, não pode rebaixar ao maior dos homens.

Contudo, nem sequer os palácios dos príncipes estão isentos de problemas familiares. Os exercícios da religião podem parecer errados aos olhos dos que têm pouca ou nenhuma religião em si mesmos. Se nos apresentamos ante Deus aprovados no que fazemos em religião, e o fazemos diante do Senhor, não devemos prestar ouvidos às repreensões. A piedade terá seu elogio: não sejamos indiferentes, nem temamos nem nos envergonhemos ao reconhecê-lo. Davi se contentou com justificar-se e não repreendeu nem culpou a insolência de Mical, mas Deus a castigou. Deus honrará aos que o honram, porém serão pouco estimados os que o desprezam a Ele, a seus servos e a seu serviço.

Por Matthew Henry

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

“Agora, ó Deus, aumenta as minhas forças!”

Planos contra Neemias
1 Sambalate, Tobias, Gesém e o resto dos nossos inimigos souberam que nós havíamos terminado de reconstruir a muralha e que não havia mais brechas nela, embora ainda não tivéssemos colocado os portões nos seus lugares. 2 Então Sambalate e Gesém me mandaram um recado. Eles queriam que eu fosse me encontrar com eles num dos povoados do vale de Ono. Mas a intenção deles era me fazer algum mal. 3 Aí eu mandei mensageiros a eles com o seguinte recado:
— Eu estou fazendo um trabalho importante e não posso descer até aí. Eu não vou deixar este trabalho só para ir falar com vocês.
4 Eles me mandaram o mesmo recado quatro vezes, e eu mandei sempre a mesma resposta.
5 Então Sambalate me mandou o quinto recado, e este veio por escrito. Era uma carta e foi trazida por um dos empregados de Sambalate. 6 A carta, que estava aberta, dizia:
“Gesém me disse que entre os povos vizinhos está correndo um boato. Dizem que você e os judeus pretendem fazer uma revolução e que é por isso que estão reconstruindo a muralha. Ele disse também que o seu plano é se tornar o rei deles 7 e que você já arranjou alguns profetas para dizerem em Jerusalém que você é o rei de Judá. O rei Artaxerxes certamente vai saber disso, e por isso proponho que nós dois nos encontremos para conversar a respeito dessa situação.”
8 Eu mandei a seguinte resposta:
— Nada do que você está dizendo é verdade. Foi você quem inventou tudo isso.
9 O que eles queriam era nos meter medo para não continuarmos o trabalho.
“Agora, ó Deus, aumenta as minhas forças!”
10 Nessa época, Semaías, filho de Delaías e neto de Meetabel, estava proibido de sair de casa, e por isso fui visitá-lo. Ele me disse:
— Nós dois precisamos nos esconder juntos no Lugar Santo, no Templo. E vamos fechar as portas porque eles virão matar você. Sim, qualquer noite destas eles virão matá-lo.
11 A isso respondi:
— Eu não sou do tipo de homem que foge e se esconde. Você pensa que eu tentaria salvar a minha vida me escondendo no Templo? Eu não vou fazer isso, de jeito nenhum.
12 Quando comecei a pensar nesse assunto, compreendi que Deus não havia falado com Semaías e sim que Tobias e Sambalate haviam pago a ele para me dar aquele conselho. 13 Eles lhe deram dinheiro para me fazer ficar com medo e assim pecar. Aí eles poderiam acabar com o meu bom nome e me humilhar.
14 “Ó meu Deus, lembra do que Tobias e Sambalate fizeram e castiga-os. Lembra também da profetisa Noadias e dos outros profetas que tentaram me fazer ficar com medo.”
Termina a construção das muralhas
15 As muralhas foram terminadas no dia vinte e cinco do mês de elul, depois de cinquenta e dois dias de trabalho. 16 Então os nossos inimigos das nações vizinhas souberam disso e ficaram desmoralizados porque todos ficaram sabendo que o trabalho havia sido feito com a ajuda do nosso Deus.
17 Durante esse tempo, as autoridades dos judeus haviam escrito muitas cartas a Tobias e haviam recebido várias cartas dele. 18 Muita gente de Judá estava do lado de Tobias porque ele era genro de um judeu chamado Secanias, filho de Ará. Além disso, o seu filho Joanã havia casado com a filha de Mesulã, filho de Berequias. 19 Na minha frente, falavam das boas coisas que Tobias havia feito e contavam a ele tudo o que eu dizia. E Tobias continuou a me mandar cartas para ver se conseguia me fazer ficar com medo.

sábado, 26 de setembro de 2015

Encantadora...

Alguns diziam entre si, desta (que eu mereço)...
Ela vai passar...
Depois de repetidas vezes, a tenho imaginado...
De desejos inacabados, são os valores de meus apreços...
Esta, já esta comprometida por onde passa, e quantos sonhos, a tem namorado...

Se ela sorrir alguns se embriagam...
Ao andar , a seguem pensamentos cambaleantes...
Sua voz são ecos ao longo do dia, e quantos a propagam...
Bela, sensual, elegante!

Dizem entre exageros que ela veio das estrelas cadentes...
Que sereias ganham vida e andam entre gentes...
Acredito que apenas eu dentre todos sou o mais modesto!
Não me rendo a exageros, não que não tente!

Olha pra mim, acredito que seja uma bela poesia!
E bonita, e charmosa, sabe provocar sabe respeitar, e merecedora!
E as vezes a confundo com a ficção " Ela desafia com tamanha simpatia!"
Pra todos proveitos, mulher do seu jeito,  " Encantadora!"

Lourisvaldo Lopes da Silva

Assim também a luz de vocês deve brilhar

1 - Não terás outros deuses além de mim.
2 - Não farás para ti nenhum ídolo, nenhuma imagem de qualquer coisa no céu, na terra, ou nas águas debaixo da terra. Não te prostrarás diante deles nem lhes prestarás culto, porque eu, o Senhor,o teu Deus, sou Deus zeloso, que castigo os filhos pelos pecados de seus pais até a terceira e quarta geração daqueles que me desprezam, mas trato com bondade até mil gerações aos que me amam e obedecem aos meus mandamentos.
3 - Não tomarás em vão o nome do Senhor, o teu Deus, pois o Senhor não deixará impune quem tomar o seu nome em vão.
4 - Lembra-te do dia de sábado, para santificá-lo. Trabalharás seis dias e neles farás todos os teus trabalhos, mas o sétimo dia é o sábado dedicado ao Senhor,o teu Deus. Nesse dia não farás trabalho algum, nem tu, nem teus filhos ou filhas, nem teus servos ou servas, nem teus animais, nem os estrangeiros que morarem em tuas cidades. Pois em seis dias o Senhor fez os céus e a terra, o mar e tudo o que neles existe, mas no sétimo dia descansou. Portanto, o Senhor abençoou o sétimo dia e o santificou.
5 - Honra teu pai e tua mãe, a fim de que tenhas vida longa na terra que o Senhor,o teu Deus, te dá.
6 - Não matarás.
7 - Não adulterarás.
8 - Não furtarás.
9 - Não darás falso testemunho contra o teu próximo.
10 - Não cobiçarás a casa do teu próximo. Não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem seus servos ou servas, nem seu boi ou jumento, nem coisa alguma que lhe pertença

O Sermão do Monte

1 Quando Jesus viu aquelas multidões, subiu um monte e sentou-se. Os seus discípulos chegaram perto dele, 2 e ele começou a ensiná-los.
A verdadeira felicidade

Jesus disse:
3 — Felizes as pessoas que sabem que são espiritualmente pobres, pois o Reino do Céu é delas.
4 — Felizes as pessoas que choram, pois Deus as consolará.
5 — Felizes as pessoas humildes, pois receberão o que Deus tem prometido.
6 — Felizes as pessoas que têm fome e sede de fazer a vontade de Deus, pois ele as deixará
completamente satisfeitas.
7 — Felizes as pessoas que têm misericórdia dos outros, pois Deus terá misericórdia delas.
8 — Felizes as pessoas que têm o coração puro, pois elas verão a Deus.
9 — Felizes as pessoas que trabalham pela paz, pois Deus as tratará como seus filhos.
10 — Felizes as pessoas que sofrem perseguições por fazerem a vontade de Deus, pois o Reino do Céu é delas.
11 — Felizes são vocês quando os insultam, perseguem e dizem todo tipo de calúnia contra vocês por serem meus seguidores. 12 Fiquem alegres e felizes, pois uma grande recompensa está guardada no céu para vocês. Porque foi assim mesmo que perseguiram os profetas que viveram antes de vocês.
O sal e a luz
13— Vocês são o sal para a humanidade; mas, se o sal perde o gosto, deixa de ser sal e não serve para mais nada. É jogado fora e pisado pelas pessoas que passam.
14 — Vocês são a luz para o mundo. Não se pode esconder uma cidade construída sobre um monte. 15 Ninguém acende uma lamparina para colocá-la debaixo de um cesto. Pelo contrário, ela é colocada no lugar próprio para que ilumine todos os que estão na casa. 16 Assim também a luz de vocês deve brilhar para que os outros vejam as coisas boas que vocês fazem e louvem o Pai de vocês, que está no céu.

A Lei de Moisés
17 — Não pensem que eu vim para acabar com a Lei de Moisés ou com os ensinamentos dos Profetas. Não vim para acabar com eles, mas para dar o seu sentido completo. 18 Eu afirmo a vocês que isto é verdade: enquanto o céu e a terra durarem, nada será tirado da Lei — nem a menor letra, nem qualquer acento. E assim será até o fim de todas as coisas. 19 Portanto, qualquer um que desobedecer ao menor mandamento e ensinar os outros a fazerem o mesmo será considerado o menor no Reino do Céu. Por outro lado, quem obedecer à Lei e ensinar os outros a fazerem o mesmo será considerado grande no Reino do Céu. 20 Pois eu afirmo a vocês que só entrarão no Reino do Céu se forem mais fiéis em fazer a vontade de Deus do que os mestres da Lei e os fariseus.
O ódio
21— Vocês ouviram o que foi dito aos seus antepassados: “Não mate. Quem matar será julgado.” 22 Mas eu lhes digo que qualquer um que ficar com raiva do seu irmão será julgado. Quem disser ao seu irmão: “Você não vale nada” será julgado pelo tribunal. E quem chamar o seu irmão de idiota estará em perigo de ir para o fogo do inferno. 23 Portanto, se você estiver oferecendo no altar a sua oferta a Deus e lembrar que o seu irmão tem alguma queixa contra você, 24 deixe a sua oferta ali, na frente do altar, e vá logo fazer as pazes com o seu irmão. Depois volte e ofereça a sua oferta a Deus.
25 — Se alguém fizer uma acusação contra você e levá-lo ao tribunal, entre em acordo com essa pessoa enquanto ainda é tempo, antes de chegarem lá. Porque, depois de chegarem ao tribunal, você será entregue ao juiz, o juiz o entregará ao carcereiro, e você será jogado na cadeia. 26 Eu afirmo a você que isto é verdade: você não sairá dali enquanto não pagar a multa toda.
O adultério
27 — Vocês ouviram o que foi dito: “Não cometa adultério.” 28 Mas eu lhes digo: quem olhar para uma mulher e desejar possuí-la já cometeu adultério no seu coração. 29 Portanto, se o seu olho direito faz com que você peque, arranque-o e jogue-o fora. Pois é melhor perder uma parte do seu corpo do que o corpo inteiro ser atirado no inferno. 30 Se a sua mão direita faz com que você peque, corte-a e jogue-a fora. Pois é melhor perder uma parte do seu corpo do que o corpo inteiro ir para o inferno.
O divórcio
31— Foi dito também: “Quem mandar a sua esposa embora deverá dar a ela um documento de divórcio.” 32 Mas eu lhes digo: todo homem que mandar a sua esposa embora, a não ser em caso de adultério, será culpado de fazer com que ela se torne adúltera, se ela casar de novo. E o homem que casar com ela também cometerá adultério.
Os juramentos
33— Vocês ouviram o que foi dito aos seus antepassados: “Não quebre a sua promessa, mas cumpra o que você jurou ao Senhor que ia fazer.” 34 Mas eu lhes digo: não jurem de jeito nenhum. Não jurem pelo céu, pois é o trono de Deus; 35 nem pela terra, pois é o estrado onde ele descansa os seus pés; nem por Jerusalém, pois é a cidade do grande Rei. 36 Não jurem nem mesmo pela sua cabeça, pois vocês não podem fazer com que um só fio dos seus cabelos fique branco ou preto. 37 Que o “sim” de vocês seja sim, e o “não”, não, pois qualquer coisa a mais que disserem vem do Maligno.
A vingança
38— Vocês ouviram o que foi dito: “Olho por olho, dente por dente.” 39 Mas eu lhes digo: não se vinguem dos que fazem mal a vocês. Se alguém lhe der um tapa na cara, vire o outro lado para ele bater também. 40 Se alguém processar você para tomar a sua túnica, deixe que leve também a capa. 41 Se um dos soldados estrangeiros forçá-lo a carregar uma carga um quilômetro, carregue-a dois quilômetros. 42 Se alguém lhe pedir alguma coisa, dê; e, se alguém lhe pedir emprestado, empreste.
Amar os inimigos
43 — Vocês ouviram o que foi dito: “Ame os seus amigos e odeie os seus inimigos.” 44 Mas eu lhes digo: amem os seus inimigos e orem pelos que perseguem vocês, 45 para que vocês se tornem filhos do Pai de vocês, que está no céu. Porque ele faz com que o sol brilhe sobre os bons e sobre os maus e dá chuvas tanto para os que fazem o bem como para os que fazem o mal. 46 Se vocês amam somente aqueles que os amam, por que esperam que Deus lhes dê alguma recompensa? Até os cobradores de impostos amam as pessoas que os amam! 47Se vocês falam somente com os seus amigos, o que é que estão fazendo de mais? Até os pagãos fazem isso! 48Portanto, sejam perfeitos, assim como é perfeito o Pai de vocês, que está no céu.

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Alma perdida

Eu sou o que não vejo
Aperto no peito...
Na boca sinto o teu gosto
Meu maior desejo
Eu, aqui sentada
E a minha alma a tua procura...vaga 
Onde estás?
Chama, não a deixe perdida
Chama, ela vai ao teu encontro
Depois...a mande de volta
E devolva a minha vida!

Rosa Soares


Mas tu, ó Senhor, estás comigo e és forte e poderoso.

Jeremias e o sacerdote Pasur
1 Pasur, filho de Imer, era sacerdote e chefe dos serviços do Templo. Ele me ouviu dizer essas coisas 2 e por isso mandou que eu fosse surrado e preso com correntes no Portão de Benjamim, o portão de cima que dá para o Templo. 3 Na manhã seguinte, depois que Pasur me soltou das correntes, eu disse:
— O Senhor Deus mudou o seu nome de “Pasur” para “Terror-por-todos-os-lados”. 4 O Senhor mesmo disse: “Pasur, eu farei com que você seja um terror para você mesmo e para todos os seus amigos. Todos eles serão mortos pelas espadas dos inimigos deles, e você vai ver isso. Todo o povo de Judá será dominado pelo rei da Babilônia. Ele vai levar alguns para a Babilônia como prisioneiros e mandará matar outros. 5 Deixarei que os inimigos levem embora toda a riqueza desta cidade. Eles pegarão todas as coisas de valor e os tesouros dos reis de Judá e carregarão tudo para a Babilônia. 6 E você, Pasur, com toda a sua família, será preso e também será levado para lá. Ali você morrerá e será sepultado junto com todos os seus amigos, a quem você anunciou tantas mentiras.”
A queixa de Jeremias
7 Ó Senhor Deus, tu me enganaste, e eu fiquei enganado. Tu és mais forte do que eu e me dominaste. Todos zombam de mim, caçoando o dia inteiro.
8 Cada vez que falo, tenho de gritar e anunciar: “Violência! Destruição!” Ó Senhor, eles me desprezam e zombam de mim o tempo todo porque anuncio a tua mensagem.
9 Mas, quando penso: “Vou esquecer o Senhor e não falarei mais em seu nome”, então a tua mensagem fica presa dentro de mim e queima como fogo no meu coração. Estou cansado de guardá-la e não posso mais aguentar.
10 Ouço as multidões cochichando: “Há terror-por-todos-os-lados.”
E dizem: “Acusem Jeremias! Vamos denunciá-lo!”
Até os meus amigos íntimos esperam que eu tropece.
Eles dizem: “Talvez ele caia numa armadilha; então nós o pegaremos e nos vingaremos.”
11 Mas tu, ó Senhor, estás comigo e és forte e poderoso.
Os que me perseguem tropeçarão e nunca vencerão.
Eles ficarão muito envergonhados por causa do seu fracasso. A desgraça deles não acabará
e nunca será esquecida.
12 Assim, ó Senhor Todo-Poderoso, com justiça tu nos pões à prova, pois sabes o que está na nossa mente e no nosso coração. Deixa que eu veja a tua vingança contra os meus inimigos,
pois coloquei a minha causa nas tuas mãos.
13 Cantem ao Senhor Deus, louvem o Senhor porque ele livra os pobres do poder dos maus.
14 Maldito seja o dia em que eu nasci! Esqueçam o dia em que a minha mãe me deu à luz!
15 Maldito seja o homem que alegrou o meu pai quando lhe deu esta notícia:
“É menino! Você tem um filho!”
16 Que esse homem seja como as cidades que o Senhor Deus destruiu sem dó!
Que ele ouça gemidos de dor pela manhã e gritos de batalha ao meio-dia,
17 porque não me matou antes de eu nascer!
Pois assim a barriga da minha mãe teria sido a minha sepultura, e eu nunca teria nascido.
18 Por que nasci? Será que foi só para ter tristeza e dor e acabar a minha vida na desgraça?

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Não sou pedaços

I Miss You

Não estamos só!

No dia 19 de Setembro, sábado, postei aqui no meu Blog um texto bíblico com o título, Será que eles valem alguma coisa? 
No meu perfil, todos eles eu me descrevo com o texto do Oswaldo Montenegro, Metade, pois assim sou, metade amor e a outra também. Tenho em meu coração algumas cicatrizes, que me levaram a questionar a minha forma de viver e me dar para as pessoas que me cercam.
Fiquei com receio... um dia chegando em casa depois de um acontecido, ajoelhei e falei com Deus, Pai, eu não estou aguentando mais, se assim continuar eu não sei que monstro eu irei me transformar, me ajuda....
Tudo o que vivi, as lágrimas e as dores me fizeram fazer uma pergunta ao nosso Pai... Por que? Passei a conversar com Ele através da bíblia que em outra ocasião descreverei aqui com detalhes. Assim vivo, sábado fiquei intrigada com o que saiu como resposta, pois eu tinha uma pergunta quando abri o livro. Sim, eu tinha uma pergunta... e como podem ver a resposta foi muito clara.
Ontem pela manha, sem perguntas, fechei os olhos e pedi um texto para que Ele pudesse falar com vocês, li e postei, leio todos.... e como podem ver grifei " 11 Não parei de crer, mesmo quando afirmei, sem pensar: “não se pode confiar em ninguém.” 
Após o almoço, abri o meu blog para ler novamente, acho que ele serve muito mais pra mim que pra vocês (risos). A porta da minha sala se abriu, entrou uma funcionária, na verdade uma amiga, com a bíblia na mão, ela não tem o costume de ler, e não sabe explicar o porque abriu, grifou e veio trazer pra mim....(vejam exatamente o que tinha nas mãos dela, foto acima). Fiquei no momento sem palavras, apenas chorei, com o blog aberto mostrei pra ela o que estava lendo e a expliquei o que estou tentando explicar pra vocês.
Sei o que Ele quis dizer, mas também tenho certeza que Ele está cuidando de mim, é como se eu ouvisse Ele dizendo: Tenha calma, e continua sendo exatamente como te criei....no mais, deixa que cuido, eu resolvo.
Por que estou postando isso? Para fazer a vocês uma pergunta? É coincidência? E ao mesmo tempo confirmar o que há muito venho tentando falar...
NÃO ESTAMOS SÓ!
Tenham fé e conversem com o Pai de vocês!

Rosa Soares



quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Nunca foi fácil explicar o amor...


Nunca foi fácil explicar o amor...
Como ele acontece...
Apenas sei que a vida ganha um novo significado, um novo brilho...
No início tudo se resume a sonhos
E no decorrer... O corpo começa a reclamar
A necessidade de ficar, estar perto vai aumentando
Falo com freqüência em matar o amor
Fácil?
Não... 
Quase impossível!
Mas precisamos continuar vivendo
E se torna necessário agirmos assim
Pedacinhos nossos vão se perdendo
Ficando pelo caminho percorrido
Lágrimas vão se cristalizando 
Temos que aprender a guarda-las dentro de nós
Para que os nossos olhos continue enxergando
E as nossas almas acreditando
Que viver vale a pena!

Rosa Soares





Eu sou humana...

Mulheres com mais de 40... por Arnaldo Jabor... Lindo!

A medida que avança a idade, valorizo muito mais as mulheres com mais de 40 anos, e aqui estão algumas razões para isso
 Uma mulher com mais de 40, nunca vai te acordar no meio da noite, para perguntar com o que você está sonhando... Simplesmente porque não lhe interessa com o que você está sonhando;

 Se uma mulher com mais de 40 anos, não quer assistir um jogo de futebol, ela não fica reclamando e andando em círculos no meio da sala. Ela simplesmente vai fazer algo que ela quer fazer, com grandes chances de ser muito mais interessante;

 Uma mulher com mais de 40 se conhece o suficiente para estar segura de si mesma, para saber o que quer, para saber quem quer. São poucas as mulheres com mais de 40 que se importam com o que você pensa delas;

 Uma mulher com mais de 40 já tem completa a sua cota de relações "importantes" e "compromissos". A última coisa que quer, na sua
vida, é outro amante possessivo;

 As mulheres com mais de 40 são superiores. Nunca dão uma baixaria no meio do restaurante. Se você aprontou alguma, ela certamente pode até te acertar um tabefe, mas em regra simplesmente te abandonam e depois não te querem ver nem pintado (por mais que você implore desculpas e diga que está arrependido);

 As mulheres com mais de 40 geralmente são muito carinhosas e te elogiam muito. Elas sabem por já terem vivido isso nas relações "importantes" e nos "compromissos" como é desagradável que a pessoa de quem gostamos não seja carinhosa e cuidadosa;

 As mulheres com mais de 40 tem segurança o suficiente para te apresentar as suas amigas. Uma mulher mais jovem, quando está com você, pode ignorar a existência da sua melhor amiga;

 As mulheres com mais de 40, independentemente da sua área de atuação, acaba se tornando meio psicóloga: você não precisa confessar os seus pecados, porque elas sempre sabem;

 Uma mulher com mais de 40 fica absolutamente linda com um batom vermelho;

 Uma mulher com mais de 40 é honesta e direta: lhe dirá que você é um completo imbecil, se pensar mesmo isso de você;

 Há muitas coisas legais para dizer das mulheres com mais de 40 e pelas razões mais diferentes. Mas lamentavelmente isso não é recíproco: porque para cada mulher com mais de 40, inteligente, bem sucedida, atraente, charmosa, bonita e sexy tem um homem com mais de 40, gordo, largado, se achando e com uma mulher de 20 do lado dele.

É incrível ver como os homens se enganam com as mulheres mais novas. Se cada homem soubesse aproveitar a mulher de mais de 40 anos que está ao seu lado, ele saberia a diferença entre a beleza física e a sabedoria madura.
Se você tiver uma mulher de mais de 40 anos ao seu lado, usufrua dela enquanto puder pois estará usufruindo do que a vida tem de mais belo.

ARNALDO JABOR

Eu amo a Deus, o Senhor, porque ele me ouve...

1 Eu amo a Deus, o Senhor, porque ele me ouve; ele escuta as minhas orações.
2 Ele me ouve sempre que eu clamo pedindo socorro.
3 Os laços da morte estavam me apertando, os horrores da sepultura tomaram conta de mim, e eu fiquei aflito e apavorado.
4 Então clamei ao Senhor, pedindo: 
“Ó Senhor Deus, eu te peço: Salva-me da morte!”
5 O Senhor é bondoso e fiel; o nosso Deus tem compaixão de nós.
6 O Senhor protege os que não podem se defender.
Quando eu estava em perigo, ele me salvou.
7 Meu ser inteiro, continue confiando em Deus, o Senhor, pois ele tem sido bom para mim!
8 Deus me livrou da morte, fez parar as minhas lágrimas e não deixou que eu caísse na desgraça.
9 Por isso, no mundo dos que estão vivos, viverei uma vida de obediência a ele.
10 Eu continuei crendo, mesmo quando disse: “estou completamente esmagado.”
11 Não parei de crer, mesmo quando afirmei, sem pensar: “não se pode confiar em ninguém.”
12 Que posso eu oferecer a Deus, o Senhor, por tudo de bom que ele me tem dado?
13 Levarei ao Senhor uma oferta de vinho para lhe dar graças porque me salvou.
14 Na reunião de todo o seu povo eu lhe darei o que prometi.
15 O Senhor Deus sente pesar quando vê morrerem os que são fiéis a ele.
16 Ó Senhor, eu sou teu servo; eu te sirvo, como te servia a minha mãe.
Tu me livraste da morte.
17 Eu te darei uma oferta de gratidão e a ti farei as minhas orações.
18-19 Na reunião de todo o teu povo, nos pátios do teu Templo, em Jerusalém, eu te darei o que prometi.
Aleluia!

terça-feira, 22 de setembro de 2015

Maldito aquele que fizer a obra do Senhor relaxadamente!

A destruição de Moabe
1 O Senhor Todo-Poderoso, o Deus de Israel, disse o seguinte a respeito de Moabe:
“Tenham pena do povo da cidade de Nebo porque ela está destruída!
Quiriataim foi tomada, a sua fortaleza poderosa foi arrasada, e o seu povo ficou humilhado.
2 Acabou-se a glória de Moabe.
Em Hesbom, o inimigo faz os seus planos: ‘Vamos acabar com a nação de Moabe!’
Exércitos marcharão contra a cidade de Madmém, e nela só restará o silêncio.
3 O povo de Horonaim grita: ‘Tudo está arrasado! Tudo está destruído!’
4 “O país de Moabe ficou em ruínas; as crianças estão chorando.
5 Escutem os seus soluços no caminho que sobe para Luíte, ouçam os seus gritos de aflição
na estrada que desce para Horonaim.
6 Ouve-se gente gritando: ‘Depressa! Fujam para salvar a vida!
Corram como um jumento selvagem no deserto!’
7 “Moabe, você confiou na sua força e na sua riqueza, mas agora você mesmo será dominado. O seu deus Quemos será levado para fora do país, junto com os seus príncipes e os seus sacerdotes.
8 Nenhuma cidade escapará da destruição; tanto o vale como o planalto ficarão arrasados.
Sou eu, o Senhor, quem está falando.
9 Preparem uma pedra para o túmulo de Moabe, pois logo esse país será destruído; as suas cidades ficarão em ruínas, e ninguém mais vai morar lá.”
10 Maldito aquele que é relaxado no serviço de Deus!
Maldito aquele que guarda a sua espada para não matar!
A destruição das cidades de Moabe
11 O Senhor Deus disse:
— O povo de Moabe sempre viveu em segurança e nunca foi levado como prisioneiro para fora do seu país. Moabe é como o vinho guardado, que nunca foi agitado, nem derramado de uma vasilha para outra. O seu gosto nunca se estragou, e o seu sabor não mudou.
12 — E assim está chegando o dia em que vou mandar pessoas para derramarem Moabe como se fosse vinho. Essas pessoas despejarão as vasilhas de Moabe e as quebrarão. 13 Então os moabitas ficarão desiludidos com o seu deus Quemos, assim como os israelitas ficaram desiludidos com Betel, um deus em que eles confiavam.
14 Homens de Moabe, como é que vocês dizem que são heróis, que são soldados corajosos na guerra?
15 Moabe e as suas cidades serão destruídos, e os seus melhores moços serão mortos.
Sou eu, o Rei, quem está falando. O meu nome é Senhor, o Todo-Poderoso.
16 A desgraça dessa nação está chegando; a sua destruição virá logo.
17 Tenham pena de Moabe, vocês que moram perto, todos vocês que conhecem a sua fama.
Digam: “O seu grande poder se acabou; a sua glória e a sua força não existem mais.”
18 Vocês que moram em Dibom, desçam do seu lugar de honra e sentem no chão, no pó.
O destruidor de Moabe está aqui; ele arrasará as suas fortalezas.
19 Vocês que vivem em Aroer, fiquem na beira do caminho e esperem; perguntem aos que estão fugindo o que foi que aconteceu.
20 Eles vão responder: “O país de Moabe caiu.
Chorem por ele, pois está destruído. Anunciem pelas margens do rio Arnom que Moabe foi arrasado!”
21 As cidades do planalto foram condenadas: Holom, Jasa, Mefaate, 22 Dibom, Nebo, Bete-Diblataim, 23 Quiriataim, Bete-Gamul, Bete-Meão, 24 Queriote e Bosra. Todas as cidades de Moabe, de longe e de perto, foram condenadas. 25 O poder de Moabe foi esmagado, e a sua força foi destruída. Eu, o Senhor, estou falando.
A humilhação de Moabe
26 E o Senhor continuou:
Façam com que Moabe fique bêbado, pois se revoltou contra mim, o Senhor Deus. Moabe rolará no seu próprio vômito, e os outros zombarão dele. 27 Moabe, você lembra de como zombou do povo de Israel? Você tratou esse povo como se tivesse sido preso junto com uma quadrilha de ladrões.
28 — Vocês que vivem em Moabe, abandonem as suas cidades e vão viver no meio das rochas. Façam como as pombas que constroem os seus ninhos na beira dos precipícios. 29 Temos ouvido falar do orgulho de Moabe. Esse povo é orgulhoso, soberbo, vaidoso e cheio de si. 30 Eu, o Senhor, conheço o seu orgulho. Os moabitas se gabam de coisas que não valem nada, coisas que acabam. 31 Por isso, eu chorarei por todo o povo de Moabe e pelo povo de Quir-Heres. 32 Chorarei mais pelo povo de Sibma do que pelo povo de Jazer. Cidade de Sibma, você é como uma parreira; os seus ramos passam por cima do mar Morto e vão até a cidade de Jazer. Mas agora os inimigos acabaram com as suas plantações de cereais e de uvas. 33 A felicidade e a alegria desapareceram das boas terras de Moabe. Não se faz mais vinho; não há ninguém para fazer vinho e gritar de alegria.
34 — O povo das cidades de Hesbom e Eleal grita, e o seu grito pode ser ouvido até em Jasa. Pode ser ouvido pelos moradores de Zoar e até em Horonaim e Nova Eglate. O próprio riacho Ninrim secou. 35 Eu farei com que o povo de Moabe pare de apresentar ofertas queimadas no alto dos montes e de oferecer sacrifícios aos seus deuses. Sou eu, o Senhor, quem está falando.
36 — Por isso, o meu coração chora por Moabe e pelo povo de Quir-Heres, como alguém que toca música fúnebre numa flauta; pois tudo o que tinham acabou. 37 Em sinal de tristeza, todos eles raparam a cabeça e cortaram a barba. Todos fizeram cortes nas mãos e vestiram roupa feita de pano grosseiro. 38 Nos terraços de todas as casas e em todas as praças só há choro porque eu quebrei Moabe como um jarro que ninguém quer. 39Moabe está arrasado! Gritem! A desgraça caiu sobre Moabe. O país está em ruínas, e todas as nações vizinhas caçoam dele. Eu, o Senhor, estou falando.
Moabe não poderá escapar
40 — Eu, o Senhor, prometi que uma nação atacará Moabe e cairá em cima dele como uma águia com as asas abertas. 41 As suas cidades e fortalezas serão tomadas. Naquele dia, os soldados de Moabe terão tanto medo como a mulher que está com dores de parto. 42 Moabe vai ser destruído e não será mais uma nação, pois se revoltou contra mim. 43 Medo, covas e armadilhas esperam pelos moradores de Moabe. Sou eu, o Senhor, quem está falando. 44 Os que fugirem de medo cairão nas covas, e os que conseguirem sair das covas ficarão presos nas armadilhas, pois eu marquei o dia da destruição de Moabe. 45 Outros fogem cansados e procuram proteção na cidade de Hesbom. Mas Hesbom, a cidade que já foi governada pelo rei Seom, está em chamas. O fogo queimou as fronteiras e os picos das montanhas de Moabe, que ama tanto a guerra. 46 Coitado do povo de Moabe! O povo que adorava o deus Quemos foi destruído, e os seus filhos e filhas foram levados como prisioneiros. 47 Porém no futuro farei com que Moabe volte a ser o que era antes.
Este é o julgamento do Senhor Deus a respeito de Moabe.

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Se hoje eu silenciar... Mais um amor consegui matar

A solidão às vezes nos faz frágil
Preciso encarar esta verdade
Não posso esquecer que sou humana...
Mas está me matando... esta maldita saudade!

Sempre fui exigente comigo mesma
Minhas vontades, meus desejos, fui anulando
Hoje me sinto cansada
Meus sonhos estão acabando

As palavras nunca me pertenceram
Não sei como e nem porque escrevo
Só sei que, se hoje eu silenciar
Mais um amor consegui matar

Assim vou vivendo
Na escuridão da minha própria existência
Morrendo por dentro, coração sangrando
Mas sem perder a minha essência

Sempre fui amor
Talvez renasci para isso mudar
Mas não consegui, fracassei
É só este sentimento que quando partir vou levar.

Rosa Soares

Quando isso acontecer, faça tudo o que tiver de fazer, pois Deus estará com você

1 Samuel tinha levado consigo um frasco de azeite. Ele derramou o azeite na cabeça de Saul, beijou-o e disse:
— O Senhor Deus está ungindo você como o chefe do seu povo, o povo de Israel. Você o governará e o livrará de todos os seus inimigos. Esta é a prova de que Deus o escolheu para ser o chefe do seu povo: 2 Hoje, quando você for embora, encontrará dois homens perto do túmulo de Raquel, em Zelza, no território da tribo de Benjamim. Eles vão contar a você que já foram achadas as jumentas que estavam perdidas. Contarão também que agora o seu pai não está mais preocupado com elas e sim com você; e que ele está dizendo: “Que posso fazer para encontrar meu filho?”
3 — Você deve seguir até chegar à árvore sagrada que fica em Tabor. Ali você vai encontrar três homens que estarão indo a Betel, para lá oferecerem sacrifício a Deus. Um deles estará carregando três cabritos; o outro, três pães; e o terceiro, um odre de vinho. 4 Eles vão cumprimentar você e vão lhe oferecer dois pães. E você deve aceitar. 5 Em seguida você irá para o monte de Deus, em Gibeá, onde há um acampamento dos filisteus. Na entrada da cidade vai encontrar um grupo de profetas descendo o morro, vindos do altar. Eles estarão tocando harpas, tambores, flautas e liras. E estarão profetizando. 6 Então o Espírito do Senhor dominará você, e você vai agir como um profeta junto com eles e ficará uma pessoa diferente. 7 Quando isso acontecer, faça tudo o que tiver de fazer, pois Deus estará com você. 8 Vá na minha frente para Gilgal. Eu me encontrarei com você lá e oferecerei sacrifícios que serão completamente queimados e ofertas de paz. Espere lá sete dias até que eu chegue e diga o que você deve fazer.
9 Deus mudou o coração de Saul no momento em que ele se despediu de Samuel. E naquele dia aconteceu tudo o que Samuel tinha dito. 10 Quando Saul e o seu empregado chegaram a Gibeá, um grupo de profetas o encontrou. O Espírito de Deus tomou conta de Saul, e ele se juntou a eles, agindo como um profeta.
11 Algumas pessoas que o conheciam viram isso e perguntavam:
— O que aconteceu com o filho de Quis? Será que Saul virou profeta?
12 Um homem que morava ali perguntou:
— E os outros? Será que os pais deles são profetas?
Foi assim que surgiu o seguinte ditado: “Será que Saul também virou profeta?”
13 Quando Saul acabou de profetizar, foi para o altar, no monte. 14 O tio de Saul perguntou a ele e ao seu empregado:
— Onde foi que vocês estiveram?
— Estávamos procurando as jumentas! — respondeu Saul. — E, como não as encontramos, fomos falar com Samuel.
15— E o que foi que ele disse? — perguntou o tio.
16— Ele nos disse que os animais já haviam sido encontrados! — respondeu Saul. Porém não contou ao tio o que Samuel tinha dito a respeito de ele se tornar rei.
Saul se torna rei de Israel
17 Samuel chamou todo o povo para uma reunião religiosa em Mispa 18 e disse:
— O Senhor, o Deus de Israel, diz: “Eu tirei vocês do Egito e os livrei dos egípcios e de todos os outros povos que os maltratavam. 19 Eu sou o Deus de vocês, o único que os livra de todos os seus problemas e dificuldades, mas hoje vocês me rejeitaram e pediram que eu lhes desse um rei. Muito bem, então reúnam-se na minha presença, separados por tribos e por grupos de famílias.”
20 Samuel mandou que todas as tribos viessem para perto dele, e o sorteio indicou a tribo de Benjamim. 21 Então Samuel mandou que as famílias da tribo de Benjamim avançassem, e a família de Matri foi indicada. Aí os homens da família de Matri avançaram, e Saul, filho de Quis, foi indicado. Eles o procuraram, porém não puderam achá-lo. 22 Então perguntaram a Deus, o Senhor:
— Ainda há mais alguém?
— Há, e ele está escondido no meio da bagagem! — respondeu o Senhor.
23 Então eles correram e trouxeram Saul. E ele era o mais alto de todos, aparecendo dos ombros para cima no meio do povo.
24 Samuel disse ao povo:
— Aqui está o homem que o Senhor Deus escolheu! Não há ninguém igual a ele entre nós.
E todo o povo gritou:
— Viva o rei!
25 Samuel explicou ao povo os direitos e deveres de um rei e os escreveu num livro, que foi colocado na presença de Deus, o Senhor. Aí mandou todos para casa. 26 Saul também voltou para a sua casa em Gibeá. Alguns homens corajosos, que no seu coração sentiram a orientação de Deus, foram com Saul. 27 Mas algumas pessoas de mau caráter disseram:
— Como é que este homem vai poder nos salvar?
E desprezaram Saul e não lhe deram presentes.