sexta-feira, 11 de março de 2016

O que sinto...

Já fui capaz de abrir mão de um grande amor
Por uma mudança, uma transformação...
Por um milagre... 
Amar é isso...
Renunciar se preciso for.
Conscientes de toda dor e preparados para conviver com ela.
Acordar de madrugada e não mais voltar a dormir vira rotina.
Tentar ocupar o vazio, nem sempre funciona, e não é justo.
Acreditar que o tempo cura tudo, também é um grande erro.
Acalmar o coração, escutar a voz interior,  muitas vezes resolve.
O corpo se acostuma com a falta e mesmo que a convivência tenha sido tão pouca, as vezes dói, parece que ele tem vida própria e não obedece o cérebro, ser racional se torna impossível...
Lições de vida são aprendidas neste espaço de tempo... bom quando temos essa visão, esse entendimento...
... para amar assim temos que ser forte.... e de fato, renunciar é morrer para viver...

Rosa Soares