quinta-feira, 23 de junho de 2016

Amar...

O meu silêncio não é tua punição...
É a minha redenção...
Sentimentos não diminuem por faltar a voz... a presença...
Eles crescem na tua... na minha ausência...
Não me sinto egoísta por não te mostrar o que sinto e nem quem sou...
Porque eu sei que diante das decepções, das dores, o que prevalece em mim ainda... é o amor.
Mas é no meu silêncio que me fortaleço,
É na minha espera....que me reconheço
Do que adiantaria gritar, reclamar?
No meu equilíbrio enxergo, cada um é dono de suas escolhas, só me resta aceitar...
Assim vou vivendo, caindo, levantando, sorrindo, chorando...
Enfim... nessa calmaria, escolhendo com quem divido o meu ar...
Mas, na minha luz... caminhando...
E acima de tudo conjugando 
O verbo AMAR!

Rosa Soares