terça-feira, 14 de julho de 2015

Jerusalém, a esposa de Deus, o Senhor

1 Eu amo Sião e por isso não me calarei; não descansarei até que a sua vitória brilhe como o sol, e a sua salvação brilhe como uma tocha acesa.
2 Jerusalém, todas as nações verão a sua vitória, todos os reis ficarão admirados com a sua beleza. Você terá um novo nome, um nome que o Senhor lhe dará. 
3 Você será como uma bela coroa que pertence ao Senhor, seu Deus.
4 Nunca mais a chamarão de “Abandonada”, e a sua terra não será mais chamada de “Arrasada”. Você será chamada de “Minha querida”, e a sua terra, de “Minha esposa”.
Pois o Senhor está contente com você, e a sua terra será a esposa dele.
5 Assim como um moço casa com a sua noiva, também aquele que a construiu casará com você; assim como o noivo fica feliz com a noiva, também o seu Deus se alegrará com você.
6 Nas muralhas de Jerusalém, o Senhor colocou vigias, que não deverão ficar calados nem de dia nem de noite. Vocês, vigias, que fazem com que Deus lembre das suas promessas, não descansem, 7 nem deixem que ele descanse até que tenha reconstruído Jerusalém, fazendo dela uma cidade elogiada no mundo inteiro.
8 Com o seu forte braço direito levantado, o Senhor fez ao seu povo este juramento:
“Nunca mais deixarei que o seu trigo seja comido pelos seus inimigos, nem permitirei que o seu vinho, que vocês fizeram com tanto trabalho, seja bebido por estrangeiros.
9 Vocês mesmos colherão o seu trigo, comerão o pão e louvarão a mim, o Senhor.
Vocês mesmos colherão as suas uvas e beberão o vinho nos pátios do meu Templo.”
10 Moradores de Jerusalém, saiam da cidade e preparem o caminho para o seu povo que está voltando. Aplanem a estrada, tirem todas as pedras e levantem uma bandeira como sinal para que todos os povos saibam o que está acontecendo.
11 Pelo mundo inteiro, o Senhor anunciou esta mensagem: “Digam ao povo de Jerusalém
que o seu Salvador está chegando. Ele traz consigo o povo que ele salvou.”
12 Vocês serão chamados de “Povo Santo”, o “Povo que o Senhor Salvou”.
Jerusalém será chamada de “Aquela que Deus Ama”, “Cidade que Deus não Abandonou”.