sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Talvez um dia...



Às vezes precisamos segurar as rédeas das nossas vidas

Tomar decisões que nos machucam profundamente

Uma iniciativa desesperada de ser feliz 

Esperando no futuro acontecimentos que nos façam esquecer o nosso presente

Presente que existe baseado em um passado...

Onde cicatrizes gritam nos fazendo lembrar o que tanto lutamos para esquecer

A gente aprende com elas...

Ou deixamos de viver por causa delas????

Acho que estou sentindo falta do que nunca tive...

Saudades do que tive e que hoje já não consigo alcançar...

Não foi minha opção...

Eu tinha que viver, eu tinha que amar e tinha que perder...

Sentimentos confusos buscando entender...

Um dia...

Talvez...


Rosa Soares