sexta-feira, 16 de outubro de 2015

O MUNDO INVISÍVEL DE UMA MULHER - Página 14

Estou com a página 14 pronta desde ontem,  não consegui postar, faltou vontade, coisas que não sei explicar.
Hoje pela manhã acordo com o texto pronto em minha cabeça, o que teria que ser escrito, nada do que deixei rascunhado... Enquanto tomava banho conversava com o nosso Pai... (risos) Pai, calma, pega leve, não vai dar tempo de pegar a caneta e o papel, oh meu Pai, como vou lembrar de tudo... 
Aqui começo, eu vivi, agora vou tentar descrever o que aconteceu e fazer o possível para passar a mensagem do jeito que ela deve ser passada, sei que me fazer entender é um trabalho mais Dele do que meu.
O engraçado é que achei que eu ia seguir a sequencia das minhas anotações, por ordem cronológica,  mas não é assim que vai acontecer, tive perguntas e respostas antes, mas é sobre este assunto que tenho que falar.
Buscando equilíbrio para não interromper a minha caminhada, como disse, fui buscar ajuda no tratamento de maca, ao mesmo tempo em que a Nadir entrou em minha vida... em nenhum momento tentei me refugiar em religiões para aliviar a dor, mas eu buscava Deus para alcançar esse alívio.
Diante das crenças existem os conflitos, nas minhas conversas com a Nadir, quando eu falava de algum assunto e a minha posição diante dele, ela ouvia com muita atenção e sempre me dizia no final, Deus usa a tua boca, pois isso, exatamente como você está falando foi pregado hoje na igreja. 
Eu pensava enquanto ouvia, como seria bom se estivesse acontecendo de fato.
Sempre fui sincera, e falo o que penso, e não tinha como evitar o assunto do meu tratamento com ela...
Tentando me convencer que o que vivi não era uma coisa boa, ela caiu na besteira de falar comigo em pedir a Pastora da Igreja para me ligar, pois ela iria me explicar... hummm, como disse falo o que penso, e daí eu perguntei, o que você está tentando fazer? me explica que agora quem não está entendendo sou eu. Você me diz o tempo todo que Deus usa a minha boca, e por que Ele não pode responder as minhas dúvidas? Me perdoa, mas eu não preciso que ela me explique, pois quem vai me explicar é o meu Pai.
E assim eu fiz, perguntei com estas palavras... Pai, gostaria que o Senhor me respondesse uma coisa... ela está me incomodando, e eu não quero a resposta da boca do homem, quero a sua resposta. A casa que fui tratada, onde pessoas deixam suas vidas de lado, sem ganhar nada por isso, para cuidar de outras como eu, que nem conhecem, com tanto amor e dedicação, existe o mal? Me ajuda a entender...
Fechei os olhos, e abri a Bíblia e lá estava escrito:

Eclesiastes 3 - 16 Neste mundo eu também reparei o seguinte: no lugar onde deviam estar a justiça e o direito, o que a gente encontra é a maldade. 17 Então pensei assim: “Deus julgará tanto os bons como os maus porque tudo o que se passa neste mundo, tudo o que a gente faz, acontece na hora que tem de acontecer.” 18 Aí cheguei à conclusão de que Deus está pondo as pessoas à prova para que elas vejam que não são melhores do que os animais. 19 No fim das contas, o mesmo que acontece com as pessoas acontece com os animais. Tanto as pessoas como os animais morrem. O ser humano não leva nenhuma vantagem sobre o animal, pois os dois têm de respirar para viver. Como se vê, tudo é ilusão, 20 pois tanto um como o outro irão para o mesmo lugar, isto é, o pó da terra. Tanto um como o outro vieram de lá e voltarão para lá. 21 Como é que alguém pode ter a certeza de que o sopro de vida do ser humano vai para cima e que o sopro de vida do animal desce para a terra? 22 Assim, eu compreendi que não há nada melhor do que a gente ter prazer no trabalho. Esta é a nossa recompensa. Pois como é que podemos saber o que vai acontecer depois da nossa morte?

Li, e busquei em meu coração entendimento, pois sou como vocês, todos tem suas respostas, mas poucos querem ouvir... Senti que há muitas coisas ainda que o nosso Pai quer nos revelar... 
Assim deixarei que o meu Pai faça o seu trabalho, em nenhum momento quero deixar minha opinião, estou aqui para fazer vocês buscarem suas próprias respostas... 


Página 14