quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Eu hoje... Sou você!

Minha alma foi ao teu encontro
Tocou teu rosto.
Segurou tua mão.
Falou ao teu ouvido.
Olhou nos teus olhos.
Ela sentiu teu coração...
Triste ela voltou
No teu rosto escorria uma lágrima
Tuas mãos estavam frias
Você não a ouviu
Nos teus olhos ela viu um vazio
E compreendeu...
Que a tua alma doía
Pediu a minha ajuda
E nada pude fazer
Sinto tudo o que tu sentes
Eu hoje...
Sou Você!

Rosa Soares