quinta-feira, 12 de novembro de 2015

O MUNDO INVISÍVEL DE UMA MULHER - Página 29

Li hoje um texto muito interessante, e algo me diz que eu deveria trazê-lo para as páginas da minha vida.. 
O texto foi escrito por Jadir Prado, parecia que este homem sabia exatamente o que eu estava sentindo, como sempre digo, nada acontece por acaso e não existe coincidências...

Então eu aprendi que não são as  pessoas que nos decepciona e sim  nós que esperamos muito delas. 
Foi então que amadureci nas experiências. 
Cresci nas atitudes.
Decepcionei-me nas expectativas.
Surpreendi-me nas coisas distantes.
Chorei e sorri.
Mas acima de tudo, aprendi.
Senti raiva, sim.
Mas nada que o amor não me fizesse pensar.
Sou um coração mole, mas  não bobo, um cofre onde  guardo os gestos que ganhei.
Quebrei alguns conceitos, mas  valeu cada minuto.Vi que as  pessoas por mais diferentes que sejam, elas necessitam de algo diferente.
E como é bom ser diferente!
Melhor ainda, é saber ser gente!
Consciente e Digna!
Essa é a vida é estranha, mas é verdadeira.
E no final das contas, é entre você e Deus.
Nunca será entre você e eles!

Autor: Jadir Prado


Daremos a todos nosso sorriso, para não nos sentirmos inferiores a ninguém.
[ME] 

João 10
 14-15 Eu sou o bom pastor. Assim como o Pai me conhece, e eu conheço o Pai, assim também conheço as minhas ovelhas, e elas me conhecem. E estou pronto para morrer por elas. 16 Tenho outras ovelhas que não estão neste curral. Eu preciso trazer essas também, e elas ouvirão a minha voz. Então elas se tornarão um só rebanho com um só pastor.
17 — O Pai me ama porque eu dou a minha vida para recebê-la outra vez. 18 Ninguém tira a minha vida de mim, mas eu a dou por minha própria vontade. Tenho o direito de dá-la e de tornar a recebê-la, pois foi isso o que o meu Pai me mandou fazer.


Página 29