sexta-feira, 26 de maio de 2017

O MUNDO INVISÍVEL DE UMA MULHER - Página 62

Vou começar essa página, pedindo a Deus que faça com cada um que está lendo agora o meu blog,  o que Ele faz comigo... busquem que vocês o encontrarão.
Não tem sido fácil, mas desistir não está em meus planos. 
Ontem tivemos a audiência, vou fazer algumas alterações em nossas páginas respeitando o pedido do juiz. Isso até que seja analisada as nossas provas, e como eu tenho aprendido com o senhor Marcelo, tomarei novas atitudes.
Mas vamos ao que interessa, preciso bater na mesma tecla, eu não prego religião, não conheço doutrinas e da bíblia pouco sei, apenas faço as minhas perguntas e a abro, ontem de fato foi muito complicado, eu não pude estar lá, os motivos são muitos, sou humana e isso tem afetado o meu corpo.
Conversando com Deus eu o perguntei, Pai, eu serei humilhada, nós seremos humilhadas? e ele me respondeu:

O sofrimento e a fidelidade do servo de Deus
4 O Senhor Deus me ensina o que devo dizer a fim de animar os que estão cansados.
Todas as manhãs, ele faz com que eu tenha vontade de ouvir com atenção o que ele vai dizer.
5 O Senhor Deus me deu entendimento, e eu não me revoltei, nem fugi dele.
6 Ofereci as minhas costas aos que me batiam e o rosto aos que arrancavam a minha barba.
Não tentei me esconder quando me xingavam e cuspiam no meu rosto.
7 Mas eu não me sinto envergonhado, pois o Senhor Deus me ajuda.
Por isso, eu fico firme como uma rocha e sei que não serei humilhado, 8 pois o meu defensor está perto.
Alguém tem uma causa contra mim? Então vamos juntos ao tribunal.
Alguém quer me processar? Que venha e apresente a sua acusação!
9 O Senhor Deus é quem me defende, e por isso ninguém poderá me condenar.
Todos os meus inimigos desaparecerão; serão como um vestido que as traças destruíram.
10 Escutem, vocês que temem o Senhor e obedecem às ordens do seu servo: se o caminho em que andam é escuro, sem nenhum raio de luz, confiem no Senhor, ponham a sua esperança no seu Deus.
11 Mas vocês que acendem uma fogueira e se armam com flechas incendiárias, todos vocês cairão no fogo que acenderam e serão mortos pelas suas próprias flechas.
O Senhor mandará esse castigo; um sofrimento horrível os espera.

Fui pra casa, eu precisava ficar só, não consegui me alimentar e isso não me fez bem.
Deitada em minha cama, eu chorei muito e mais uma vez perguntei, como eu poderia continuar falando Dele (Meu Pai) aqui, eu estava ainda cheia de dúvidas... eu sou como vocês!
Essa foi a resposta:

O Servo do Senhor
1 “Eis o meu servo, a quem sustento, o meu escolhido, em quem tenho prazer.
Porei nele o meu Espírito, e ele trará justiça às nações.
2 Não gritará nem clamará, nem erguerá a voz nas ruas.
3 Não quebrará o caniço rachado, e não apagará o pavio fumegante.
Com fidelidade fará justiça; 4 não mostrará fraqueza nem se deixará ferir até que estabeleça a justiça na terra.
Em sua lei as ilhas porão sua esperança.”
5 É o que diz Deus, o Senhor, aquele que criou o céu e o estendeu, que espalhou a terra e tudo o que dela procede, que dá fôlego aos seus moradores e vida aos que andam nela:
6“Eu, o Senhor, o chamei para justiça; segurarei firme a sua mão. Eu o guardarei e farei de você um mediador para o povo e uma luz para os gentios, 7 para abrir os olhos dos cegos, para libertar da prisão os cativos e para livrar do calabouço os que habitam na escuridão.
8 “Eu sou o Senhor; este é o meu nome! 
Não darei a outro a minha glória nem a imagens o meu louvor.
9 Vejam! As profecias antigas aconteceram, e novas eu anuncio; antes de surgirem, eu as declaro a vocês”.
10 Cantem ao Senhor um novo cântico, seu louvor desde os confins da terra, vocês, que navegam no mar, e tudo o que nele existe, vocês, ilhas, e todos os seus habitantes.
11 Que o deserto e as suas cidades ergam a sua voz; regozijem-se os povoados habitados por Quedar.
Cante de alegria o povo de Selá, gritem pelos altos dos montes.
12 Deem glória ao Senhor e nas ilhas proclamem seu louvor.
13 O Senhor sairá como homem poderoso, como guerreiro despertará o seu zelo; com forte brado e seu grito de guerra, triunfará sobre os seus inimigos.
14 “Fiquei muito tempo em silêncio e me contive, calado.
Mas agora, como mulher em trabalho de parto, eu grito, gemo e respiro ofegante.
15 Arrasarei os montes e as colinas e secarei toda sua vegetação; tornarei rios em terra seca e secarei os açudes.
16 Conduzirei os cegos por caminhos que eles não conheceram, por veredas desconhecidas eu os guiarei; transformarei as trevas em luz diante deles e tornarei retos os lugares acidentados.
Essas são as coisas que farei; não os abandonarei.
17 Mas retrocederão em vergonha total aqueles que confiam em imagens esculpidas, que dizem aos ídolos fundidos: ‘Vocês são nossos deuses’.

Nada mais a dizer...


Página 62