domingo, 19 de julho de 2015

O VENTO MUDOU

O vento mudou e ela não voltou, as aves partiram, as folhas caíram
Ela quis viver e o mundo correr, prometeu voltar se o vento mudar

E o vento mudou e ela não voltou, sei que ela mentiu, p´ra sempre fugiu
Vento, por favor, traz-me o seu amor, vê que eu vou morrer se não mais a ter

Nuvens tenham dó que eu estou tão só, batam-lhe á janela, chorem sobre ela

E as nuvens juraram e quando voltaram, soube que mentira, para sempre fugira
Nuvens por favor cubram minha dor,já que eu vou morrer se não mais a ter

Ilustre Desconhecido