sexta-feira, 23 de outubro de 2015

E, embora você não me conheça, eu lhe dou um título de honra.

Deus escolhe Ciro para cumprir o seu plano
1 O Senhor ungiu Ciro como rei.
Ele o pegou pela mão direita e lhe deu poder para conquistar nações e derrotar reis.
Para que Ciro entre nas cidades, o Senhor abre os portões, e ninguém pode fechá-los de novo.
O Senhor Deus diz a Ciro:
2 “Eu irei na sua frente e aplanarei as montanhas; arrebentarei portões de bronze e quebrarei as suas trancas de ferro.
3 Eu lhe darei tesouros escondidos, riquezas guardadas em lugares secretos a fim de que você saiba que eu sou o Senhor, o Deus de Israel, que o chama pelo nome.
4 Eu o estou chamando para que você ajude o povo de Israel, o meu povo escolhido.
E, embora você não me conheça, eu lhe dou um título de honra.
5 “Eu, e somente eu, sou o Senhor; não há outro deus além de mim.
Embora você não me conheça, eu lhe dou força para lutar.
6 Faço isso para que, de leste a oeste, o mundo inteiro saiba que além de mim não existe outro deus. Eu, e somente eu, sou o Senhor.
7 Eu sou o Criador da luz e da escuridão e mando bênçãos e maldições; eu, o Senhor, faço tudo isso.
8 “Assim como a chuva vem de cima, eu enviarei do céu a minha vitória.
A terra se abrirá para recebê-la e fará brotar a salvação e a liberdade.
Eu, o Senhor, farei isso.”
O poder soberano de Deus
9 Um vaso de barro não briga com quem o fez.
O barro não pergunta ao oleiro: “O que é que você está fazendo?”, nem diz: “Você não sabe trabalhar.”
10 E um filho não se atreve a dizer aos seus pais: “Por que vocês fizeram com que eu viesse ao mundo?”
11 O Senhor, o Santo Deus de Israel, o seu Criador, diz:
“Por acaso, vocês vão exigir que eu explique como cuido dos meus filhos?
Vocês querem me ensinar a fazer as coisas?
12 Fui eu que fiz a terra e criei os seres humanos para morarem nela.
Com as minhas próprias mãos, estendi o céu e ordenei que o sol, a lua e as estrelas aparecessem.
13 Eu mesmo ordenei a Ciro que começasse a agir e lhe prometi a vitória.
Eu aplanarei os caminhos por onde ele vai passar.
Ele reconstruirá Jerusalém, a minha cidade, e porá em liberdade o meu povo que está no cativeiro, sem exigir nenhum pagamento para fazer isso.
Sou eu, o Senhor Todo-Poderoso, quem está falando.”
14 O Senhor diz ao povo de Israel:
“Vocês ficarão com as riquezas do Egito, da Etiópia e dos moradores de Sebá, aquela gente alta. Vocês os derrotarão, e eles serão os seus escravos; e, presos com correntes, irão andando atrás de vocês. Eles se ajoelharão na frente de vocês e declararão humildemente:
‘Deus está com vocês, e não há outro deus além dele.’ ”
15 O Deus de Israel, que salva o seu povo, é um Deus que se esconde das pessoas.
16 Os que fazem imagens serão humilhados, todos eles passarão vergonha.
17 Mas o povo de Israel foi salvo pelo Senhor; ele os salvou para sempre, e eles nunca serão humilhados, nem passarão vergonha.
18 O Senhor, que criou os céus, é o único Deus.
Ele fez a terra, e lhe deu forma, e a colocou no seu lugar. Ele não a criou para que ficasse vazia, mas para que houvesse moradores nela.
O Senhor Deus diz: “Eu sou o Senhor, e não há outro deus.
19 Eu não falei em segredo, não falei num lugar escuro e não disse ao povo de Israel que me procurasse num lugar deserto. Eu, o Senhor, falo a verdade, e o que digo sempre merece confiança.”
O Senhor e os deuses falsos
20 O Senhor Deus diz: “Venham e ajuntem-se, todos os povos que escaparam com vida, e apresentem-se no tribunal. Não sabem nada as pessoas que oram a deuses que não podem salvá-las, pessoas que fazem procissões, carregando as suas imagens de madeira.
21 Falem logo e apresentem as suas razões; consultem uns aos outros, se quiserem.
Quem foi que anunciou há muito tempo as coisas que iam acontecer?
Não fui eu mesmo, o Senhor? Pois não há outro deus além de mim; eu sou o único Deus,
o Deus fiel que salva o seu povo.
22 “Povos do mundo inteiro, voltem para mim, e eu os salvarei, pois eu sou Deus, e não há nenhum outro.
23 Fiz um juramento no meu próprio nome; o que eu digo é verdade e nunca deixará de acontecer. Juro que todos se ajoelharão diante de mim e prometerão ser fiéis a mim.
24 Declararão que somente eu, o Senhor, posso dar poder e vitória. Todos os que me têm combatido ficarão humilhados e envergonhados na minha presença.
25 Mas eu, o Senhor, darei a vitória ao meu povo, e eles me louvarão.”