domingo, 19 de março de 2017

Ele retribuirá a todos segundo suas ações


O SACRIFÍCIO ESPIRITUAL
1      Aquele que guarda a Lei faz muitas oferendas:
2 sacrifício salutar é cumprir os preceitos.
3 Quem dá graças a Deus oferece flor de farinha;
4 e quem dá esmolas oferece um sacrifício de louvor.
5 O que agrada ao Senhor é afastar-se da iniquidade: propiciar pelos pecados é afastar-se da injustiça.
6 Mas não te apresentes diante do Senhor de mãos vazias,
7 pois todas estas coisas se fazem por mandamento de Deus.
8 O sacrifício do justo é uma oferenda de gordura sobre o altar, e o seu perfume sobe à presença do Altíssimo.
9 A oblação do justo é aceita e o Senhor não a esquecerá.
10 Glorifica o Senhor com generosidade e não regateies as primícias de tuas mãos.
11 Faze todas as tuas oferendas com semblante alegre, e com exultação consagra o teu dízimo.
12 Dá ao Altíssimo segundo a doação que Ele te fez e com generosidade, segundo o produto de tuas mãos,
13 porque o Senhor é alguém que retribui, e te recompensará sete vezes mais.
14 SACRIFÍCIOS PERVERSOS
Mas não lhe ofereças presentes defeituosos, pois não os aceitará;
15 nem confies num sacrifício injusto, porque o Senhor é um juiz que não faz acepção de pessoas.
16 Ele não é parcial em prejuízo do pobre, mas escuta, sim, a súplica do injustiçado.
17 Jamais despreza a súplica do órfão nem da viúva, quando esta lhe fala com seus gemidos.
18 Não correm pelas faces as lágrimas da viúva, e o seu grito não é contra aquele que as provoca?
19 Da sua face elas sobem até o céu e o Senhor, que ouve, não terá prazer em vê-las.
20 Quem adora a Deus será recebido com agrado e sua súplica chegará até as nuvens.
21 A oração do humilde penetra as nuvens e não se consolará enquanto não se aproximar de Deus; e não se afastará, enquanto o Altíssimo não olhar e o justo juiz não fizer justiça.
22 Pois o Senhor não tarda, e o Fortíssimo não usará mais de paciência até quebrar as costas dos cruéis
23 e retribuir a vingança às nações, até que desfaça a multidão dos soberbos e despedace os cetros dos iníquos.
24 Enfim, ele retribuirá a todos segundo suas ações e aos crimes da humanidade segundo a sua vã soberba.
25 Assim realizará a justiça em favor do seu povo e alegrará os justos com a sua misericórdia.
26 É formosa a misericórdia no tempo da tribulação, como a nuvem de chuva no tempo da seca.