domingo, 2 de agosto de 2015

MELODIAS DA VIDA

Sozinho por um instante, eu tenho procurado no escuro
Por traços do amor que você deixou no meu solitário coração
Juntar e tecer as peças que restaram
Melodias da vida, o refrão perdido do amor
Nossos caminhos se cruzaram embora eu não saiba dizer o porquê
Nos encontramos, rimos juntos, nos seguramos e então dissemos adeus
E quem vai ouvir os ecos de historias não contadas?
Deixe-as ressoar bem alto, até se revelarem
Em minhas mais queridas memórias, eu a vejo me alcançando
Mesmo que tenha ido embora,ainda acredito que possa chamar pelo meu nome
Uma voz do passado juntando-se a nossa
Adicionando camadas de harmonia
E assim continua para sempre
Melodias da vida
Para os céus além dos pássaros voando, para sempre e além
Tão longe e distante, veja os pássaros a voar,
Planando sobre as sombras das nuvens lá no céu
Repousei minhas memórias e sonhos nessas asas
Deixe-as e veja o que o amanhã traz
Em suas mais queridas memórias, você se lembra de ter me amado?
Será que foi o destino que nos aproximou e agora me deixa para trás
Se eu tivesse que deixar esse mundo solitário para trás
Sua voz ainda se lembrará de nossa melodia?
Agora eu sei que vamos continuar
Melodias da vida
Nos envolve e cresce em nossos corações, enquanto nos
Lembrarmos

Ilustre Desconhecido