domingo, 11 de outubro de 2015

Não tenho medo de dizer que amo...

Não tenho medo de dizer que amo...
As pessoas hoje ligam essa palavra a falsidade, a que ponto chegamos...
Muitos até tem vergonha de pronuncia-la, ou não acreditam quando ouve...
Eu não....
Não tenho medo, aos meus amigos aqui, homens, mulheres, não interessa, tenho grande facilidade de falar, pois é o que sinto...
Tenho em mim essa fonte, e ela não deixa de jorrar.
Precisamos ter coragem de fato para usar essa palavra, e mais ainda para senti-la, pois quando isso acontece, não tenham dúvidas, nós nos machucamos muito mais ...
Mas não depende de nós o sentir...
Sei que vou morrer assim...
Ao homem que amo... ao escolhido (risos) esse é privilegiado, é um amor diferente... e esse amor é por mim alimentado enquanto ele merecer....
Caso contrário mato esse amor, ou talvez o transformo, mas faço isso por uma necessidade...
CONTINUAR VIVENDO....
POIS...
JÁ FUI CAPAZ DE MORRER POR AMOR!

Rosa Soares